Prefeitura de Brasileia intensifica ação de combate ao mosquito Aedes aegypti

SECOM


Com o crescente número de casos de dengue, acompanhado dos casos da covid-19, em toda a regional do Alto Acre e em Cobija-Bolívia, a Prefeitura de Brasileia articulou junto ao Governo do Acre e ao Ministério da Saúde (MS), a vinda do carro com o fumacê para realizar a dedetização nos bairros da cidade.



O fumacê é uma estratégia encontrada pelo governo para controlar as populações de mosquitos, e consiste em passar um carro que emite uma nuvem de fumaça com baixas doses de um agrotóxico que elimina a maior parte dos mosquitos adultos presentes na região. Esta é uma técnica muito utilizada durante períodos de epidemia para eliminar mosquitos e evitar a transmissão de doenças como a dengue, a Zika ou a Chikungunya.


O cronograma de dedetização da cidade foi elaborado conforme o levantamento realizado pelo setor de endemias que identificaram os bairros com os maiores índices da doença na cidade.


O secretário municipal de saúde, Joãozinho Melo, falou a respeito da parceria e da ação realizada durante os três dias. “Essa é uma atividade que já vem sendo articulada desde de fevereiro, quando foi realizada uma reunião no Centro Cultural com representantes do MS e da Sesacre e os prefeitos do Alto Acre. Foram 3 dias de fumacê em 10 bairros de Brasileia, iniciando os trabalhos as 4hr da manhã parando às 8hr e retornando no período da tarde às 16hr seguindo até a noite”, falou Joãozinho Melo.


Após o período de duas semanas, a equipe retorna ao município para fazer o segundo ciclo de combate ao mosquito e assim diminuir os casos na regional. A operação é realizada simultaneamente com outras cidades vizinhas do Alto Acre, e visa baixar o máximo o número de casos da doença.


Galeria de fotos:


0 comentário