top of page
  • Foto do escritorPrefeitura de Brasiléia

Mãos que se ajudam: Ilhados após cratera no bairro Leonardo Barbosa, moradores fazem corredor humano para receber alimentação, água e kits de limpeza



Um verdadeiro corredor humano de unidade e solidariedade se formou nesta sexta-feira, 01. no bairro Leonardo Barbosa das equipes da Prefeitura de Brasileia e de voluntários para levar à ajuda humanitária de alimentos, água potável e kits de limpeza às famílias atingidas e isoladas no bairro Leonardo Barbosa.


A ação contou também com a participação do médico voluntário Dr. Israel Milani e os moradores isolados.


Na localidade moram aproximadamente 400 famílias no total de 1600 pessoas e 186 indígenas que foram atingidas pela maior alagação do Rio Acre em Brasileia desde o início do monitoramento do nível do rio em 1970.


Ao todo no município sofreram com alagação mais de 15 mil pessoas entre famílias desalojadas e desabrigadas.


O Bairro Leonardo Barbosa corria risco de sofrer um rompimento total durante alagação e se tornar uma ilha e ficar para o lado boliviano já está em uma região de fronteira. Mais o desastre natural causou uma grande cratera de 40 metros de comprimento, 15 de largura e 4 metros de profundidade.


A prefeita Fernanda já iniciou as tratativas com governo do estado e governo federal para garantir o acesso aos moradores do bairro Leonardo Barbosa. "Eu vou fazer de tudo para que a cidade seja reestruturada no menor espaço de tempo possível. Nós ja fizemos o pedido para que a nossa secretaria de obras inicie um trabalho paliativo naquela cratera para que as pessoas retornem para suas casas, e voltem a sua vida normal. Nossa única comunidade Indígena fica do lado de lá", destacou a gestora


Galeria de fotos:


0 comentário

Comments


bottom of page