Brasiléia é o primeiro município contemplado com o programa federal Médicos Pelo Brasil



Na tarde da ultima quinta-feira, (12), foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde de Brasiléia a posse das duas novas médicas do município contratadas pelo programa federal Médicos pelo Brasil.


O programa tem como objetivo de estruturar a carreira médica federal para locais com dificuldade de fixar o profissional e com alta vulnerabilidade social. O programa vai substituir gradativamente os Mais Médicos. Há diferenças significativas entre os dois e, para que, durante o período de implementação do MpB, as equipes de saúde não fiquem sem os profissionais, ambos os programas seguirão vigentes durante a transição.


Brasiléia é o primeiro município, do Acre, a ser contemplada com o programa federal, visando melhorar os atendimentos a população tanto da área rural quanto urbana. As Unidades Básicas de Saúde que as médicas irão atuar são: José Maria e a unidade do Km 68.


Para o secretário de saúde, Francélio Barbosa, a chegada das profissionais de saúde vai ajudar a continuar desenvolvendo as políticas públicas. “Os munícipes serão os mais beneficiados com atendimento nas unidades, encaminhamento médicos, atendimentos em clínicos gerais garantindo qualidade de vida a população. Brasiléia é o primeiro município acreano a ser contemplado com o programa, destacando-se no atendimento em saúde”, informou Francélio Barbosa.


Segundo a médica Ercila Roberta, de Cruzeiro do Sul, o Médicos pelo Brasil é um programa de excelência que leva melhorias a população. “Estou entrando como médica bolsista em formação como médica da família e comunidade que é uma área essencial para as comunidades e as pessoas que nela residem, e só quem tem a ganhar é a população”, ressaltou Ercila Roberta.


Médicos pelo Brasil

O programa foi lançado em 2019 com o objetivo de estruturar a carreira médica federal para locais com dificuldade de provimento e alta vulnerabilidade. Conforme a Lei nº 13.958, a execução do novo programa é realizada por meio da Adaps, que pode firmar contratos, convênios, acordos, ajustes e outras ferramentas de gestão com órgãos e entidades públicas e privadas. O primeiro edital do Médicos pelo Brasil foi lançado em 31 de dezembro de 2021 e oferece 4.057 vagas para médicos bolsistas e 595 para tutores médicos 5% das vagas são destinadas para pessoas com deficiência. Podem participar da seleção médicos que estejam devidamente registrados junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM).



Texto: SECOM

Fotos: Raylanderson Frota

0 comentário